Simulador brasileiro ajuda a evitar erros como no Costa Concórdia

São Paulo – O naufrágio do transatlântico Costa Concordia, no início deste ano, na Itália, levantou questões importantes, como se existem meios de prevenir acidentes náuticos e como os comandantes são treinados para conduzir grandes embarcações.

No Brasil, um simulador de navegação utilizado pela Marinha, ajuda navegantes experientes e iniciantes a se preparar para situações críticas e evitar erros. A ideia, explica a Marinha, é reduzir custos com testes “reais” e simular situações difícies para as equipes de navegação durante a aproximação da costa e a entrada e saída de portos.

Fonte e mais detalhes aqui.

Anúncios