CoderDojo partners with Intel

Intel Galileo Board

On the 3rd of October last year Intel announced their new Irish designed product called Galileo. This product teamed up with Arduino to create the first Intel-Based Arduino-Compatible Development Board. On release of this board twitter went nuts with developers out there looking to get their hands on this new maker device. At CoderDojo there was also great excitement and curiosity about the potential of this board, while we also wondered could we get our hands on the Galileo Boards.

Fonte e mais detalhes aqui.

Anúncios

BR-Gogo + C18: Beep

Este é um exemplo de códico escrito em C para o compilador C18 da Microchip. Ele dever ser compilado e gravado como firmware na placa.

#include <p18F4550.h>
#include <delays.h>
#include <hardware.h>

#pragma code

void main()
{
TRISCbits.TRISC2 = 0; //Direciona somente o pino 0 da porta D como saída

while(0)
{
PORTCbits.RC2 = 1; //Coloca em '1' o bit '0' da porta D (acende o LED)
Delay10KTCYx(100); //Gera um delay de 500ms
PORTCbits.RC2 = 0; //Coloca em '0' o bit '0' da porta D (apaga o LED).
Delay10KTCYx(100); //Gera um delay de 500ms
}
}

Comunicação Serial: MS RDS

Com base no artigo “Escrevendo e testando serviços VPL para comunicação serial”, disponível aqui, a ideia será nos comunicarmos com diversos dispositivos, incluindo Arduino, Gogo Board, Clp, etc.

A versão mais recente do RDS (Microsoft Robotics Developer Studio) somente poderá ser utilizada em sistemas operacionais Windows 7, ainda não encontramos uma funcional para Windows XP.

Como o próprio artigo diz “RDS consiste em quatro componentes principais: Concurrency and Coordination Runtime (CCR) Decentralized Software Services (DSS), linguagem de programação Visual (VPL) e ambiente de simulação visual (VSE).”.

Feito o download e instalação da ferramenta, vamos para o uso no que se refere à comunicação serial/usb utilizando VPL.

Foto: http://msdn.microsoft.com/

BTTerm: bluetooth cell phone terminal

Através deste aplicativo para telefones celulares, que dispõem de comunicação bluetooth, podemos utilizar um terminal muito similar ao Hyperterminal do Windows ou mesmo o PuTTY, aonde podemos enviar e receber informações em tempo real entre dois dispositivos, quer sejam dois telefones, ou ainda telefone e computador.

O código fonte esta disponível no endereço http://sourceforge.net/projects/btterm/.

Foto: http://www.forward.com.au/MobilePhoneControlledLedDriver/MobilePhoneControlledLedDriver.html

Darwin Project

Darwin é a nova marca livre, open-source software de programação gráfica para Babuino. Baseia-se Openblocks software de código aberto desenvolvidas pelo MIT, e irá substituir Blocos como o software oficial do Projeto Babuino.

Uma vez que é beeing desenvolvido em Java, Darwin pode ser executado como um aplicativo autônomo no PC do usuário (ou Mac), ou como um applet em execução no website mentes criativas. No caso mais tarde, não há necessidade de instalar qualquer pedaço de software. O usuário pode executar Darwin em 1 clique do mouse.

Temos Darwin instalado e funcionando, mas precisamos desenvolver muitas outras funcionalidades.

Desenvolvedores Java, junte-se Darwin projeto e vamos torná-lo um exclusivo software de fonte aberta categoria.

Continue lendo aqui.

Gogo Real + ActiveComport: Beep

O componente funciona inserido em uma página html e através de um formulário, podemos nos conectar a placa e enviar comandos.

Este é o formulário:

Notem que existe um detalhe, no que esta sendo enviado à placa. Até agora vimos o protocolo serial da Gogo Board, presente na Gogo Real, bem como usa-lo na comunicação entre computador e placa. Mas o que significam os seguintes caractéres: TþÄ^@?.

Na comunicação conhecida como RS232, na verdade, enviamos sequências de caractéres para a placa, os quais até agora escrevíamos em decimal ou hexadecimal, para facilitar a compreensão. Porém, na comunicação, os softwares utilizados eram os responsáveis pela conversão, de acordo com o padrão ASCII.

A tabela completa pode ser obtida aqui.

Por se tratar de um componente novo, ainda sendo estudado e principalmente por ser proprietário, estamos utilizando-o sem qualquer tipo de alteração, tanto quanto ao próprio componente, quanto aos exemplos. Por isso no exemplo acima enviamos os caracteres em ascii.

O próximo passo será o teste do formulário a partir da web, já que até agora, foi apenas local.

Activexperts: Serial Port Component – II

Além de html, como visto anteriormente, o componente ActiveComport, pode ser usado em outras linguagens de programação. Dentre elas:

Adobe Coldfusion
ASP
ASP.NET
Borland C++ Builder
Borland Delphi
HTML
PHP
VBA
VBScript
Visual Basic
Visual Basic.NET
Visual C++
Visual CSharp.NET

Os exemplos de uso podem ser obtidos aqui.

Outros componentes são fornecidos pela desenvolvedora, veja aqui.

Activexperts: Serial Port Component

Com base neste artigo, podemos ter acesso à porta serial de um servidor através de formulários em html.

Para isso, será preciso utilizar o componente ActiveComport, que deverá ser instalado no servidor. Esta versão é trial, ou seja, poderá ser usada até o limite de 30 dias.

O manual esta disponível aqui.

Tudo indica ser um primeiro passo para controlarmos a Gogo Real remotamente, assim como outros tentes com PHP, VBA, etc, bem sucedidos.

Existem ainda duas opções a serem testadas, uma utilizando java e outra ruby.

Protocolo: Exemplo de aplicação

Vamos a exemplos de uso do protocolo de comunicação entre um computador e uma placa com microcontrolador, neste caso, a BR-GOGO, compatível também com a placa Gogoboard.

Estas são as duas versões:

– versão 4.0.2, encontrada aqui;
– versão 4.2.0, encontrada aqui.

Aparentemente de difícil compreensão, ou ainda não trivial para muitos, já citamos anteriormente, quatro formas diferentes de utilização, duas delas com Visual Basic, uma em Python e outra, Processing.

Ao detalharmos este protocolo específico, desenvolvido pelo pessoal da Gogoboard, vemos o quanto é extenso, detalhado e rico, sem contar que muito bem desenvolvido.

Há uma sequência de bits para cada uma das funções presentes na placa, que devem ser enviados a ela e a mesma retornará outra sequência de bits informando que a mensagem foi recebida.

Neste post, não abordaremos todas as funções, mas tomaremos como referência a função beep.

Como já vimos anteriormente, a sequência de bytes: “84, 254, 196, 0”, faz com que a placa emita o beep, mas o que eles significam? Os primeiros dois pares: “84, 254”, seriam para “chamar a atenção” da placa para que receba o comando propriamente dito, que seriam os dois ultimos bytes, neste exemplo, sendo assim, eles estarão presentes em toda a comunicação entre o computador e a placa.

Uma vez recebidos os bytes, a placa retornara uma outra sequência de bytes, informando que a mensagem foi recebida, ou ainda poderá retornar outras informações que não abordaremos no momento.

Deste modo, poderemos nos comunicar com a placa utilizando qualquer software que permita tal procedimento, como por exemplo, ainda não citados, Labview, Matlab, Turbo C, Delphi, etc.


Atenção!

O Projeto Real agora é Gogo Real. Mais detalhes aqui.

Babuino

Babuino is a software program that combines the power of the Arduino hardware platform with the intuitive and fun Logo programming language using a click and drag GUI interface. This allows even young children to build their own programs and run them on a microcontroller. The program on the left uses only 5 blocks to make a speaker beep whenever a button is pressed. Any child that can operate a mouse, fit simple puzzle pieces together, and has basic language skills can learn to program. Even if the child can’t read, they will quickly learn to recognize the words and shapes. The Babuinobot is a robot that uses the Arduino microcontroller to run the Babuino software which allows the robot to be programmed using CTI Blocos, a block based Logo programming environment.

Mais detalhes aqui.

Fonte: http://home.teleport.com/~brettn/babuinobot_about/index.html