Xbot Kid: Seguidor de linha – IV

Uma vez inserido o bloco acima, devemos configurá-lo para que os sensores sejam utilizados corretamente. Neste caso, deixando apenas os sensores IR2 e IR4 ativados, os quais farão a identificação da linha:

Feito isso, devemos definir os níveis em que os sensores identificarão a linha no chão, por exemplo 100.

Essa calibração será mais eficiente com o robô posicionado sobre a linha.

Anúncios

KID: Informações para ajudar o usuário

robokid

Esta ajuda online visa auxiliar a solucionar as dúvidas mais frequentes que os usuários possuem sobre o Kid e o Kid Ball e está em constante atualização. Dúvidas que não estão listadas podem ser elaboradas e enviadas para o nosso suporte.

O Kid e o KidBall é uma plataforma robótica que permite ao aluno aprender o conceito de lógica de programação e programação em blocos para futebol de robôs. Pode ser usado para o ensino fundamental, médio e técnico.

Fonte, foto e mais detalhes, aqui.

Xbot Kid + PS3 + KID Driver + MotioninJoy

Como já vimos anteriormente, sobre o MotioninJoy, trabalhando em conjunto com a Gogo Board para controla-la remotamente, podemos realizar o mesmo tipo de implementação, mas neste caso, utilizando como objeto a ser controlado, o software KID Driver.

O KID Driver tem a função de controlar o Robô Kid através do teclado de um computador, sendo assim, após criamos um perfil de controle , dentro do MotioninJoy, como abaixo, bastará abrirmos o KID Driver e comandar nosso Robô Kid.

Lembrando que para o KID Driver controlar o Robô KID, será preciso gravar o firmware chamado “Kidmanual.hex” disponível no diretório de instalação dos programas.

Uma vez que o protocolo serial de comunicação do KID é fechado, este, até o momento, é o único meio de comandar o robô.

Xbot Kid: Seguidor de linha – III

Após a configuração inicial, basta inserir o bloco “IV-PWM”, mostrado acima. Ele deverá ser configurado para a correta leitura dos sensores e atuação dos motores.

O exemplo 3, disponível no diretório de instalação do software poderá ser utilizado, desde que configurado para o ambiente em que utilizaremos o robô.

Xbot Kid: Seguidor de linha – II

Esta é a janela de configuração das entradas e saídas do Kid, deve ser configurada de acordo com o manual do Robô Kid dispoinível na área de downloads do site da Xbot, de forma que precisamos alterar como segue:

Saídas: b1, b3, b4 e b5
Entradas: b0, b2, b6 e b7

A figura abaixo apresenta esta configuração.

KID – Xbot + Bluecom Naxos – II

A utilização do KID através deste adaptador serial/bluetooth funciona satisfatoriamente, tanto com o “KID Sensor”, que realiza a leitura dos sensores, quanto com o “KID Driver”, que controla os motores.

A gravação de programas através do “KID Gravador”, utilizando o bluetooth, apresenta problemas, já que não podemos ajustar corretamente os delays entre o adaptador e o software. O ideal aqui é utilizar a comunicação oficial por meio de cabo serial ou adaptador usb.

Comandar o KID em tempo real via bluetooth, já aparenta ser suficiente, mas por hora não temos informações sobre como implemtentar o protocolo utilizado.

Foto: http://www.fsautomacao.com.br/loja-virtual/conversor-de-midia/conversor-serial-bluetooth-naxos-blue-com.html

KID – Xbot + Bluecom Naxos

Atraves do Robo Kid, “http://www.xbot.com.br/educacional/kid/”, poderemos construir vários projetos, incluindo aqueles propostos para o Seemtec 2012.

O hardware principal é similar à Gogo Board 3, com porta de comunicação
serial, sendo esta a forma de comunicação oficial com o KID. Para os computadores mais modernos, será preciso utilizar um adaptador serial/usb para realizar esta tarefa.

Surge a possibilidade de, atraves do adaptador serial/bluetooth Naxos, controlar o robo remotamente, uma vez que, este tipo de adaptador possui uma porta serial virtual que poderá ser utilizada do mesmo modo que uma porta real.

Foto: http://xbot.com.br

KID – Xbot – II

Existem três formas de trabalharmos com o KID, a primeira, no modo leitura, aonde obtemos em tempo real os valores dos sensores de contato e infravermelhos, através da ferramenta “Kid Sensor”. Já a segunda se trata de comandar, através do teclado do computador, os motores de modo que o KID se movimente, utilizando o “Kid Driver”.

Por fim, o modo autônomo, aonde por meio de uma programação icônica, muito similar à outras conhecidas, chamada “Kid Programador”, montamos nosso programa e geramos o código que será gravado no KID, por meio do “Kid Gravador”.

Foto: http://xbot.com.br

KID – Xbot

Este talvez seja um dos kits mais facéis de utilizar dentro da gama de produtos da Xbot. Além da programação por meio de blocos, temos a compatibilidade com Windows e uma instalação descomplicada, o que facilita o uso por iniciantes na área.

Feliz dia da crianças e vamos aos projetos.

Fonte e mais detalhes aqui.